Twitter Facebook YouTube

CUT SC > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > SANTA CATARINA MOBILIZADA CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Santa Catarina mobilizada contra a Reforma da Previdência

14/12/2017

Nesta semana, mobilizações aconteceram ações em Florianópolis, Chapecó, Criciúma e Blumenau contra o fim da aposentadoria.

Escrito por: Pricila Baade

Durante esta semana, diversas ações de luta contra o fim da aposentadoria estão acontecendo em todo o Brasil. Santa Catarina também está mobilizada na Jornada de Lutas para impedir a aprovação da nova proposta de reforma da Previdência do golpista e ilegítimo Michel Temer. De segunda (11) até quarta-feira (13) ações aconteceram em Florianópolis, Chapecó, Criciúma e Blumenau.

Pressão aos parlamentares no Aeroporto de FlorianópolisNa segunda e terça-feira, dirigentes do movimento sindical se uniram para pressionar os deputados e senadores no Aeroporto de Florianópolis. Com camisetas, faixas e cartazes, os militantes se manifestaram contra o desmonte da previdência e os retrocessos do Governo Temer e dialogaram com as autoridades que chegavam ao local.

Na quarta-feira, dia de mobilização em todo o Brasil, também foi dia de luta na capital catarinense. Os trabalhadores e trabalhadoras e representantes do movimento sindical se concentraram no calçadão da Felipe Schmidt, em frente à agência do INSS, durante todo o dia para dialogar com a população, entregar materiais sobre retrocessos da reforma e denunciar os deputados que pretendem votar pelo fim da aposentadoria. No local, também estavam sendo recolhidas assinaturas para a campanha de anulação da Reforma Trabalhista. Em alguns momentos do dia, as pessoas faziam filas para apoiarem o abaixo-assinado e mostrarem sua insatisfação com o Governo Temer.

A presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues, participou da mobilização em Florianópolis e disse que a ação teve um resultado muito positivo “Foi um dia importante para explicar para a população sobre os impactos que a Reforma da Previdência trará para suas vidas e mostrar a importância de todos se unirem à luta para impedir que ela seja aprovada.”

Moblização no calçadão da Felipe Schmidt, em Florianópolis (2)

 

 

 

Mobilizazção em Blumenau, em frente ao INSSNa terça-feira quem também se mobilizou contra a Reforma da Previdência foi Blumenau. Representantes do movimento sindical se reuniram em frente ao INSS com faixas contra o fim da aposentadoria e denunciando os deputados e senadores catarinense que votaram contra o trabalhador. Na oportunidade, também foram recolhidas mais assinaturas para a anulação da Reforma Trabalhista.

Acampamento em frente ao INSS, em Chapecó

 

A regional do Oeste também está lutando contra a reforma. Agricultores Familiares da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (FETRAF) de Santa Catarina estão acampados fazendo greve de fome desde terça-feira (12) em frente à agência do INSS, em Chapecó. Os trabalhadores seguem mobilizados até segunda-feira (18).Com panfletos e cartazes, o movimento alerta a sociedade sobre os retrocessos que irão acontecer caso a reforma seja aprovada. Durante essa quarta-feira a mobilização foi intensificada com panfletagem e faixas contra a reforma da previdência nas sinaleiras de Chapecó.

A Regional Sul da CUT também organizou sua agenda de lutas contra a Reforma da Previdência. Nessa terça-feira (11) e quarta-feira (12) foram feitas panfletagens e faixas para chamar a atenção da população. Nos dois dias, a ação aconteceu na Praça Nereu Ramos, em Criciúma. Já nesta quinta-feira (13) as panfletagens acontecerão durante todo o dia em diversos locais: às 5h, na empresa Eliana, no município de Cocal do Sul; às 12h30, no Hospital São José, e às 14h, na Praça Nereu Ramos, em Criciúma. Já sexta-feira (15) a panfletagem acontecerá na empresa Librelato, em Içara, a partir das 7h. Neste dia, uma nova reunião acontecerá para dPanfletagem em Criciúmaefinir as próximas ações.

A presidenta da CUT-SC reafirma a importância da união do movimento sindical para garantir que esta reforma não seja aprovada “Estamos em estado de greve permanente contra a Reforma da Previdência. Usaremos toda a nossa força para impedir que Temer e seus aliados acabem com o direito do trabalhador se aposentar. O recado está sendo dado pelas ruas: se botar pra votar, o Brasil vai parar e quem votar a favor dessa reforma, não se elege em 2018!”.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Programa DizCUT Jornal dos Trabalhadores

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE SANTA CATARINA
Rua Visconde de Ouro Preto, 87 | Centro | CEP 88020-040 | Florianópolis | SC
Fone: (048) 3024-2053 | www.cut-sc.org.br | e-mail: cut-sc@cut-sc.org.br