Twitter Facebook YouTube

CUT SC > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > PRESIDENTE DA ALESC ENROLA CATARINENSES E DEIXA NA GAVETA PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO DO GOVERNADOR DO ESTADO

Presidente da Alesc enrola catarinenses e deixa na gaveta processo de investigação do governador do estado

16/08/2017

Os representantes que protocolaram o pedido de impeachment do Colombo foram até a Alesc nesse dia 15 de agosto e o presidente da casa não os recebeu para dar explicações sobre a demora de cumprir com sua obrigação

Escrito por: Sílvia Medeiros

Reunidos no tapete vermelho d Alesc, representantes de entidades sidnicais foram cobrar sobre andamento do processo de impeachment do governador Colombo

Imagine ter nas suas mãos a possibilidade de abrir uma investigação contra o governador que tem denúncias de ter retirado dinheiro da saúde, para colocar num fundo  que paga até camiseta de futebol pra time de bairro. Ou poder averiguar uma denúncia de irregularidades no investimento de educação com valores abaixo do exigido pela Constituição. Esse poder está nas mãos (e na gaveta) do presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina – Alesc, Silvio Dreveck do PP, há mais de três meses. Porém, ao contrário do que a sociedade espera que é a apuração de todas as irregularidades nos ambientes políticos, o presidente da casa legislativa não dá andamento ao processo e não recebe representantes das entidades que cobram esclarecimentos desse engavetamento.

Os pedidos de abertura de impeachment de Raimundo Colombo do PSD já foram protocolados há mais de três meses. Cabe a Silvio Dreveck avaliar os processos se eles cumprem o regimento da casa e fazer à leitura em plenário. Não é responsabilidade do deputado estadual de avaliar o mérito, quem fará é uma Comissão especial, mas nem o prazo de 15 dias que está no regimento interno, artigo 346, o deputado estadual cumpriu.

Anna Julia Rodrigues, presidenta da CUT-SC e uma das pessoas que também protocolou o pedido de abertura do processo de impeachment do Colombo, questiona a falta de transparência e o acobertamento da base dos deputados aliados ao governador, que impedem de fazer uma investigação. “Se os deputados que apoiam o governador falam que ele é inocente, que não fez nada errado, qual o medo de abrir um processo de investigação?”.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Educação do Estado – SINTE/SC, Aldoir Kraemer, uma das categorias que vem sendo mais atacadas pelo governador Raimundo Colombo, ressalta que a sociedade precisa saber da irresponsabilidade do presidente da Alesc. “Vamos continuar a nossa mobilização em todo o estado e denunciar o engavetamento do processo pelo deputado Silvio Dreveck. Queremos uma política transparente e que pare de penalizar os catarinenses que dependem das políticas públicas”, frisa Aldoir.

Presidente da Alesc se negou a receber os representantes que protocolaram o pedido de impeachement de Colombo e enviou o procurador e chefe de gabinete para dizer que não tem prazo para dar andamento no processo

Silvio Dreveck está no seu terceiro mandato de deputado estadual, já foi vereador e duas vezes prefeito de São Bento do Sul, cidade que fica no norte do estado. Primeira vez que assume a presidência da Assembleia Legislativa, o administrador de empresa foi líder do governo nos anos de 2014 a 2016, período de grandes cortes de direitos dos servidores públicos estaduais.

Um dos nomes cogitados para assumir a presidência da sigla do PP no estado, Silvio Dreveck não recebeu os representantes na manhã do dia 16 de agosto. A portas fechadas, o chefe de gabinete Jonianderson Menezes e o procurador-geral da Assembleia Legislativa, Paulo Sérgio Alves Madeira se limitaram a dizer que Silvio Dreveck vai encaminhar o processo, mas eles não sabem precisar a data, afirmaram que o parlamentar tem até o final do seu mandato enquanto presidente para fazer isso, embora o regimento interno deixa claro que são 15 dia após o protocolo do processo.

Créditos foto de capa: Fábio Queiroz - Agência AL

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
Programa DizCUT Jornal dos Trabalhadores

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE SANTA CATARINA
Rua Visconde de Ouro Preto, 87 | Centro | CEP 88020-040 | Florianópolis | SC
Fone: (048) 3024-2053 | www.cut-sc.org.br | e-mail: cut-sc@cut-sc.org.br