Twitter Facebook YouTube

CUT SC > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > DEPUTADOS QUE VOTAM CONTRA TRABALHADOR ESTÃO PERDENDO O SONO

Deputados que votam contra trabalhador estão perdendo o sono

24/04/2017

Manifestantes fazem “visitas” na casa da deputada Carmen Zanotto e na casa de Ronaldo Benedet e cobram explicações por que estão votando a favor de projetos que prejudicam os trabalhadores

Escrito por: Sílvia Medeiros

Não tem feriado, final de semana ou dia santo! Os trabalhadores e trabalhadoras de Santa Catarina estão indo cobrar dos deputados federais catarinenses cada voto que eles estão dando contra a classe trabalhadora.

Depois de Celso Maldaner e Valdir Colatto, ambos do PMDB, terem recebido protestos em frente as suas residências no domingo de Páscoa, agora foi a vez da deputada Carmen Zanotto do PPS e Ronaldo Benedet do PMDB, receberem uma "visita" de sindicalistas e militantes sociais na porta de suas casas.

Precisou se explicar - O manifesto contra a deputada lageana aconteceu no sábado dia 22 de abril. Várias lideranças que compõem a Frente Brasil Popular da Serra foram às 7 da manhã em frente à casa da deputada, numa avenida conhecida na cidade de Lages e com muito barulho e criatividade deixaram o recado para  a parlamentar. Na grade da casa dela foram pendurados roupas de trabalhadores e cartazes com palavras que cobram voto contrário da deputada às reformas de Temer.

De acordo com Josias da Silva Rodrigues, diretor do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual de Santa Catarina – SINTESPE participou da atividade e destacou a intenção do movimento. “A deputada se elegeu com votos de muitos trabalhadores, é inaceitável que ela tome uma postura contra nós. Vamos cobrar cada voto dela e denuncia-la aos quatro cantos, se ela votar à favor de reformas que retiram direitos”, frisou o sindicalista.

O manifesto movimentou a cidade e teve repercussão na mídia local. Horas depois da divulgação de vídeos com o ato, a deputada emitiu uma nota à imprensa falando de sua posição em relação ao voto favorável à tramitação em urgência da reforma Trabalhista, votado dia 19 de abril numa votação tumultuada na Câmara dos Deputados.

Não dorme sossegado, quem vota contra trabalhador - Segunda-feira, dia 24 de abril, o dia ainda estava clareando e vários manifestantes foram em frente à casa do deputado federal Ronaldo Benedet do PMDB em Criciúma para protestar contra os constantes votos favoráveis do deputado na retirada de direitos dos trabalhadores.

A manifestação começou às 5 da manhã e foi até às 8 horas. Já era passado das sete horas da manhã, quando o deputado chamou a polícia militar e, com escolta, apareceu na porta da sua casa para anunciar que não falaria com os manifestantes em sua residência e que propunha uma reunião em seu gabinete às 10 horas.

O Secretário Geral da CUT-SC, Renaldo Pereira falou que a intenção do manifesto não é sentar para conversar com quem tem se posicionado contrário aos trabalhadores, mas mostrar ao parlamentar que caso aprove os projetos da Reforma Trabalhista e da Previdência, em toda hora e em todo o lugar ele será denunciado como traidor da classe trabalhadora. “Benedet tem se posicionado sempre contra os trabalhadores, votou á favor da liberação da terceirização e à favor da urgência da votação da reforma Trabalhista. Não dá mais para aceitar que um deputado que se elege com voto de trabalhadores, venha tomando uma postura contrária ao povo. Ele terá que se explicar, terá que  dizer a cada eleitor porque está traindo os trabalhadores”.

Outras mobilizações e assembleias tem acontecido em todo o estado. O movimento sindical e social se debruça agora para a construção de um grande dia de greve geral, marcado para dia 28 de abril. “Vamos parar o país para barrar os projetos de reforma contra a classe trabalhadora. Estamos unidos e vamos mostrar aos políticos que não ousem retirar direitos da classe trabalhadora”, salientou Renaldo. 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
Programa DizCUT Jornal dos Trabalhadores

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE SANTA CATARINA
Rua Visconde de Ouro Preto, 87 | Centro | CEP 88020-040 | Florianópolis | SC
Fone: (048) 3024-2053 | www.cut-sc.org.br | e-mail: cut-sc@cut-sc.org.br