Twitter Facebook YouTube

CUT SC > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > O DESCASO DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO COM OS TRABALHADORES

O descaso da Secretaria de Educação com os Trabalhadores

05/04/2017

Sinte/SC vai para audiência de negociação focado com governo de estado e pronto para mobilizar a luta

Escrito por: Graciela Caino Fell

Depois de um mês que o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Santa Catarina - SINTE/SC protocolou um ofício exigindo uma audiência com o Secretário de Educação, a entidade que representa os trabalhadores na educação publica do estado recebe resposta. A audiência está agendada para dia 06/04 ás 16 horas.

Enquanto o governo não respondia ao SINTE/SC, os trabalhadores já encaminharam várias ações em relação a pauta. Os ataques continuam a nível federal por conta do ajuste fiscal imposto pelo governo golpista, que entre tantos ataques aprovou o projeto da terceirização de 1998, que estava engavetado e que vai precarizar ainda mais o trabalho no Brasil, incluindo o serviço público e continua em tramitação as reformas da previdência e trabalhista.

Aqui no Estado os ataques só intensificaram, alguns pontos das mudanças que querem fazer na previdência já foi implementado pelo governo farsante do Colombo, onde já criou à previdência complementar, aumentou a alíquota de descontos do servidor e implementou novas regras de pensão, mesmo com protestos  de todos os servidores públicos estaduais civis e militares.  Mas os deputados estaduais, capachos do governo na ALESC, não vacilaram e aprovaram essas mudanças, que com certeza vão cobrar a fatura do governo do estado em subvenções sociais etc.

O reajuste do Piso Nacional, nunca foi implementado na carreira dos profissionais da Educação do Estado. O governo sempre negou esse valor do reajuste que deveria ter sido aplicado em janeiro de 2017, que é de 7,64%, mas a lei 668/15, tem uma previsão de apenas 2,5% em maio e 2,5% em novembro, que não contempla a reivindicação da categoria e não recupera nem as perdas inflacionárias do período. Sem contar que não fez o reajuste em 2015, e aplicou apenas 5% em 2016. Por isso, umas das reivindicações mais presentes na pauta é a recuperação das perdas dos últimos anos.

 O governo sempre vem com a desculpa que não tem dinheiro, mas os números do próprio governo aponta que nos últimos anos deixou de aplicar 6 bilhões de reais na educação e todos os anos a Secretaria de Educação nunca aplica o valor orçado, sempre aplicando abaixo, contingenciando e fazendo economia para que o governo Colombo possa aplicar no mercado financeiro pagando juros da dívida, e dando incentivo fiscais aos amiguinhos que ajudam a financiar suas campanhas eleitorais.

A categoria vem sendo atacada a todo instante pelo governo que quer apenas reduzir gastos, negligenciando os direitos da população de uma melhor educação e uma qualidade de vida aos seus servidores. Não é apenas a questão salarial, mais ataca vários direitos que levam os trabalhadores fazer a briga na justiça. Nem mesmo aquilo que acertou em mesa de negociação após a greve é capaz de cumprir, que é o abono e anistia das faltas de greves, paralisações, mobilizações a partir de 2012, que impediu milhares trabalhadores de usufruírem de sua licença prêmio, terem seu triênio implantado e progressão garantida.

Esse é o clima com que o SINTE/SC vai para mais uma audiência. O compromisso com a categoria não muda, a exigência dos pontos reivindicados estão na ordem do dia e a mobilização para as lutas gerais continuam. Dia 28 de abril é GREVE GERAL DA CLASSE TRABALHADORA NO BRASIL e os trabalhadores em educação estão juntos e dispostos a lutar para garantir seus direitos.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
Programa DizCUT Jornal dos Trabalhadores

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE SANTA CATARINA
Rua Visconde de Ouro Preto, 87 | Centro | CEP 88020-040 | Florianópolis | SC
Fone: (048) 3024-2053 | www.cut-sc.org.br | e-mail: cut-sc@cut-sc.org.br